O calendário romano foi implantado desde a fundação de Roma. Ele foi modificado por diversas vezes, até o marco da criação do calendário juliano, a alteração mais significativa, que foi feita pelo Imperador Júlio César em 46 a. C.

romulo e remo fundador de roma

Estas modificações, foram chamadas de calendários pré-julianos. O primeiro calendário vinha marcando dez meses, que se iniciava no equinócio da primavera. Estima-se que ele tenha sido declarado oficialmente no ano de 753 a.C., por Rômulo, lendário fundador de Roma.

Os meses tinham sempre entre 30 e 31 dias, seguindo a influencia da lua. Os meses eram diferentes dos meses de hoje em dia. Os conceitos eram completamente diferentes, com semanas de oito dias, baseando-se no mercado.

Os anos não eram usados para marcar o tempo, e sim como forma de homenagear os cônsules do poder no início do ano. As datas históricas pré-julianas são confusas de serem encontradas e podem facilmente levar a uma precipitação.

Numa Pompílio alterou o calendário posteriormente, fazendo com que ele se tornasse luni- solar. Desta maneira, os anos não teriam uma quantidade fixa de dias, seguindo a sequência de anos de 355, 377, 355, 378 dias, estando sob observação para possíveis alterações. A procura sempre foi manter um melhor alinhamento com os eventos sazonais da translação da Terra.

EricaInformativoscalendario romano,calendário romano o que é,o que é
O calendário romano foi implantado desde a fundação de Roma. Ele foi modificado por diversas vezes, até o marco da criação do calendário juliano, a alteração mais significativa, que foi feita pelo Imperador Júlio César em 46 a. C.Estas modificações, foram chamadas de calendários pré-julianos. O primeiro calendário vinha...