A testosterona é o hormônio responsável pelas características masculinas, inclusive pelo desempenho sexual dos homens. Por isso, a produção desse hormônio é realmente muito importante para eles, pois naturalmente há uma queda na produção desse hormônio a partir dos 35 anos. Além da idade, o stress, uso de drogas e doenças podem diminuir os níveis de testosterona, causando perda de força e massa muscular.

Como aumentar a testosterona

Como aumentar a testosterona

As proteínas contêm aminoácidos que auxiliam no ganho de massa muscular, sendo assim, as dietas ricas em proteínas estimulam a síntese de hormônios anabólicos ( glucagon ), hormônio liberador de testosterona. É indicado evitar o excesso de carboidratos complexos, como cereais, batatas e massas, pois causam a liberação de insulina e cortisol, dois hormônios catabólicos que diminuem a produção de testosterona e a construção de massa muscular.

Para evitar os inconvenientes causados pelos alimentos ricos em gordura animal, aposte em alimentos ricos em ômega- 3, como o atum, sardinha, salmão, etc. Estudos científicos já demonstraram que os exercícios físicos aumentam os níveis de testosterona, desde que a prática gire em torno de 45/60 minutos por dia. Também é indicado aumentar a ingestão de zinco, pois se trata de um mineral importante para a produção de testosterona, sendo que, a dose de zinco indicada é de 15-25 mg.

A vitamina C também é importante, já que sua falta provoca o aumenta da enzima aromatase, responsável pela conversão de testosterona a estrogénio. A ingestão de 3 g de vitamina C antes do exercício diminui os níveis de cortisol após o exercício.

EricaSaúdeAlimentos aumentam o nível de testosterona,Como aumentar a testosterona,Como aumentar os níveis de testosterona,O que é testosterona?,Testosterona
A testosterona é o hormônio responsável pelas características masculinas, inclusive pelo desempenho sexual dos homens. Por isso, a produção desse hormônio é realmente muito importante para eles, pois naturalmente há uma queda na produção desse hormônio a partir dos 35 anos. Além da idade, o stress, uso de drogas...